Passeio á Povoa para ver as sereias.

Próxima saída domingo 4 de Junho pelas 8,30 na Paluse

quarta-feira, 29 de maio de 2013


 
NA ROTA DAS CUEQUINHAS PERDIDAS 

A “festa na aldeia”, pelo que vi, impediu muita gente de comparecer no lugar do costume. Por isso, a manhã do Sr. António começou por render menos já que havia apenas dois Bkenaturas para servir o café.
Ainda adiamos a saída por alguns minutos mas nada.
É óbvio que um dos presentes só podia ser o Bat., pois só com a sua presença é que ousamos enveredar por caminhos e trilhos mais ou menos explorados.
Foi o caso deste domingo quando rumamos em direcção a Riba D’Ave para, já à entrada de Guardizela, encetarmos uma incursão pelos montes que nos levaria a terras de Lordelo por trilhos por todos nós calcorreados e outros ainda virgens na nossa memória.

 
Foi num destes descaminhos e depois de desbravarmos muito terreno, que avistamos uma clareira e vários estradões que lhe davam acesso. A curiosidade do nosso Batedor evidenciou-se quando avistou uma espécie de barracão na sua encruzilhada e ao lado deste, uma pequena árvore engalanada com um sortido de cuequinhas de todas as cores e feitios para todos os gostos.
Depois de alguma especulação sobre as causas de tal cenário e de chegarmos à conclusão que deveria ser obra duma cegonha tresloucada que rouba cuecas dos estendais para fazer ali ninho??? (outras especulações poderão ser feitas), avançamos.
Mais uma vez entramos no desconhecido e no masoquismo a que estamos habituados quando entramos em zonas de extenso silvado e mato com abundância de urtigas.

Só depois de subirmos a um morro de terra é que verificamos que estávamos no alto da pedreira de Lordelo donde contemplamos o enorme buraco originado pela extracção de pedra.
O Garmin registou o track, mas devia ficar desorientado ao ponto de acusar apenas 18km.

Até breve…

Sem comentários: